Início Destaque Taubaté inicia transição do transporte complementar

Taubaté inicia transição do transporte complementar

44
0
COMPARTILHAR

Tem início a partir da próxima segunda-feira, dia 19 de fevereiro, o período de transição do Transporte Complementar em Taubaté. Os operadores do Tctau que não foram habilitados no processo de licitação devem encerrar suas atividades até domingo, dia 18 de fevereiro.

O Tctau irá funcionar durante 90 dias em escala especial e com 40 vans, que são os mesmos que veículos já operam no sistema, ainda de forma concorrencial com a empresa ABC Transportes.

As linhas que o Tctau vai trabalhar durante estes 90 dias são:

  • Linha 06 – Marlene Miranda / Rod. Velha
  • Linha 07 – Vl. Aparecida / Rod. Velha
  • Linha 10 – Chácara Silvestre / Pq. 3 Marias
  • Linha 12 – Pq. Sabará / Rod. Velha
  • Linha 13 – Gurilândia / Quiririm
  • Linha 14 – Gurilândia / Santa Tereza
  • Linha 19 – São Gonçalo / Rod. Velha

A empresa ABC Transportes vai reforçar o atendimento nas linhas que o Tctau deixará de operar com o aumento do número de veículos. Esse reforço irá gerar de 5 a 16 partidas a mais no dia e até 18% de aumento nas viagens programadas. Para este período, a ABC contratou mais motoristas e cobradores, além de um fiscal. As linhas que receberão o reforço serão:

  • Linha 05 – Cidade de Deus / Vl. São Geraldo.
  • Linha 08 – Pq. Aeroporto / Jd. América.
  • Linha 18 – Distrito Industrial / Chácara Flórida.

Os horários de atendimento da ABC estarão disponíveis no site da empresa a partir de domingo, 18 de fevereiro.

Este período de transição é previsto no edital e no contrato do transporte complementar, o que garante aos permissionários um prazo para a adequação ao sistema. Nos próximos 90 dias, os permissionários passarão por treinamentos, farão a troca dos veículos, instalação do validador na catraca, instalação de GPS e implantação do elevador para pessoas com deficiência.

Ainda no dia 19 de fevereiro, a fiscalização do transporte será intensificada e aqueles que não foram homologados na licitação do transporte complementar estarão sujeitos às ações de fiscalização e sanções previstas no decreto municipal nº 14.123/2017, que prevê multa de mil vezes o valor da tarifa atual e apreensão do veículo.

A previsão é de que o sistema esteja em completo funcionamento no início do segundo semestre de 2018, quando também haverá uma remodelação das linhas operadas pela ABC Transportes.

Denúncias e reclamações sobre transporte público podem ser feitas através do telefone 156.